11 janeiro 2012

Empresa Eenergy lança nova oferta de emprego a falsos recibos verdes


Depois do FERVE ter denunciado, em Dezembro, a oferta de emprego a falsos recibos verdes por parte da EENERGY (exemplyrigor energy), a empresa lança nova oferta ilegal de trabalho. Verificamos que desta vez até escolheram dimiuir o valor da remuneração de 650€ para 500€. A exploração não conhece limites.  




A Autoridade para as Condições do Trabalho, conhecedora desta situação, deve actuar com urgência para  a reposição da legalidade laboral.


--------------------------------------------------



Descrição do Anúncio
A Eenergy recruta Assistentes Contact Center (m/f), para sua empresa com actuação na área das energias. 


O local de trabalho será perto nas Portas de Benfica. 


Os candidatos serão responsáveis pela realização de chamadas telefónicas, com o intuito de divulgação e apresentação dos serviços da empresa. 


Seleccionamos candidatos com o seguinte perfil:


Habilitações mínimas ao nível do 10º ano;


Experiência em call center (preferencial);


Proactividade, resistência ao stress;


Fluência Verbal;


Disponibilidade para o horário 16:30h-21:30h, de 2ª a Sábado.


Formação de 2 dias


Oferecemos integração numa equipa jovem e dinâmica.


Remuneração Fixa - 500,00 (Part-time)


Comissões e Prémios


Recibos verdes 






   

4 comentários:

_f_[X] disse...

Será que não se fiscaliza, quem fiscaliza não quer saber ou a empresa não tem mesmo vergonha?

Anónimo disse...

Todas essas hipóteses em simultanêo...

Anónimo disse...

A Eenergy agora contrata para matosinhos, 10 dias de formação não remunerada, das 9h às 18h, para passar à fase seguinte tem de fazer 2 vendas, num call center que mais parece o inferno, com música nas alturas, sem qualquer tipo de isolamento acustico entre as mesas dos Assistentes. É de loucos!!! e tb é a recibos verdes passados à sede em Barcelona, de forma a não se fazer descontos! E, ainda, têm de fazer a limpeza do escritório à 6ª feira. BRINCAMOS!!!!

Anónimo disse...

eu trabalhei nesta empresa…ao melhor fui explorada tenho mais colegas que estão da mesma forma revoltadas