09 maio 2011

"Troika" manda cortar salários para aumentar produtividade


Peritos querem baixar ordenados em toda a economia. Acordo prevê que cada empresa possa negociar contratos por objectivos. A começar já nos sectores da electricidade e telecomunicações.

O memorando negociado entre a "troika", Governo e maiores partidos da oposição (PSD e CDS) contempla um choque salarial na economia portuguesa, a partir de 2012. Os sectores das telecomunicações e da electricidade são os principais visados, mas as propostas vão mais longe pois a "troika" e o Governo prometem um esquema que indexe os salários à produtividade, a definir empresa a empresa, e contaminando assim a maior parte da economia.


DN.

2 comentários:

maria teresa disse...

Emenda ao texto:

Quem negociou com a Trica foi o actual governo PS e não com partidos que não estão no governo

Adriano Campos disse...

Mas quem aceita o acordo é, também, o PSD e CDS.