06 abril 2008

Testemunho: EDP

No final de Março, decorreu na EDP, no Porto, uma reunião que visava resolver a situação dos funcionários a recibos verdes.

Ficou decidida a não renovação, a partir de Maio deste ano, dos contratos de prestação de serviços aos agentes de leitura dos contadores da luz, alguns há 25 anos em situação de trabalho precário.

Para evitar o afastamento de funções, foi proposto aos trabalhadores a prestação de serviço numa outra empresa, também a recibos verdes.

Esta empresa, subcontratada pela EDP, pertence a um funcionário que está no activo e ligado directamente com à distribuição de leituras.

Há seis meses, denunciei essa situação da empresa ser de um funcionário com acesso a informação privilegiada e foi-me garantido que essa empresa nunca poderia prestar serviços para a EDP, pelo facto de o seu proprietário estar inserido nos quadros.

Ainda nos foi proposta a criação de uma empresa, mas esta não seria viável só com um concelho para cobrir.

2 comentários:

ana disse...

Não faz sentido! Se essas pessoas trabalham na EDP é porque o trabalho delas lá faz falta!! Mas prontos...lá diz o ditado: Ninguém se acossa para trás!

Anónimo disse...

Anuncio no jornal:
Ha uns dias concorri a um anuncio q pediam agentes de leituras, depois da
entrevista fiquei a saber q tinha q passar recibos verdes e q apesar de estar a prestar serviço para a edp, tinha q passar os recibos a uma outra empresa,q por sinal a edp desconhece.O entrevistador disse-me exatamente a mesma coisa q esta no inicio deste testemunho. Estou muito tentada a aceitar o emprego, mas nao sei o q fazer, pois tenho medo de ser enganada. Se me pudessem informar, quem esta por dentro deste assunto, se esta empresa existe qual o seu nome e se e legal.