13 março 2008

O FERVE no Tardes da Júlia

O FERVE – Fartos/as d’Estes Recibos Verdes, o MayDay e os/as Precários/as Inflexíveis estarão hoje no “Tardes da Júlia”, emitido pela TVI, entre as 14h00 e as 17h00.

Este programa irá debater a precariedade laboral que afecta mais de um milhão de trabalhadores/as em Portugal.

O FERVE estará representado pelo seu co-fundador, André Soares e os/as Precários Inflexíveis, por Rui Vieira.

44 comentários:

Dalaiama disse...

Na minha opinião a Júlia Pinheiro é uma mercenária despreocupada!
Mas toda a exposição que vocês bravamente vão dando à situação é positiva! O André Soares heroicamente leva na boca as palavras de um milhão! Força!

Liana disse...

Estou a recibos verdes e como compreendo o que estão a falar.
Neste momento estou a ver o André.

Beijos e boa sorte a nós todos

Felipe Nunes disse...

Bem, como se poderá ver pela hora do comentário estou a ver o programa. Já conhecia o blog, de passagem apenas, e quando ouvi falar do FERVE na TVI lembrei de vir ver de novo.

Parabéns ao André!


Um abraço,

f n

sapiens disse...

Sou mais uma licenciada Desempregada. O meu ultimo trabalho foi a recibos verdes... 480€ mês... valeu-me a "sorte" do magro vencimento não somar 6 salários minimos no ano passado, e o primeiro ano de isenção de pagamento Segurança social.. de outra forma teria de ir mendigar para pagar impostos.


Gostaría de saber quantos somos e para quando uma manifestação em tamanho MONSTRO!!!

Todos juntos penso que podemos fazer algo.

MOBILIZAÇÃO !! Pela nossa dignidade e pelo nosso futuro

Anónimo disse...

Tambem ja estive a recibos verdes num museu tutelado pelo Ministerio da Cultura (M.N.A.A.-Lisboa), o estado devia ter vergonha, ainda hoje existem lá muitas pessoas a recibos verdes.
Estou a ver o programa, muitos parabens para o André e o meu obrigado por dar voz a todos os trabalhadores precarios.

100 Sentidos disse...

Já conhecia o blog, mas não sabia ao certo o propósito.
Neste momento estou a ver o programa e queria manifestar o meu apoio ao André Soares, porque de facto tem postura para falar sobre o assunto!

paula disse...

Sou só mais uma. Licenciada, com muito pouco trabalho, a mandar cv todos os dias... é díficil não desanimar... chama-se a isto, pagar para trabalhar!

Lisa disse...

Como disseram muito bem no programa da Júlia, se activassem a fiscalização como activaram a ASAE, nós não precisavamos de estar nesta situação!!
Eu trabalho como assistente de contabilidade a recibos verdes, com horário e local de trabalho fixo em regima de part time e ganho a fantástica quantia de ....€ 1,74 à hora!!!!!!!!!!! E esta heim?!?!?!?

Anónimo disse...

Tou a ver a TVI e tou a gostar. O problema é q os politicos ñ ganham como nós e tem todos os luxos e regalias que qerem pq qem faz os seus ordenados sao eles.
Isto já só lá vai com uma revolução. e penso q já faltou +.
FOrça nessa luta

Lisa disse...

Como disseram muito bem no programa da Júlia, se activassem a fiscalização como activaram a ASAE, nós não precisavamos de estar nesta situação!!
Eu estou no último ano de uma licenciatura em contabilidade e trabalho como assistente de contabilidade a recibos verdes, com horário e local de trabalho fixo, desde Maio de 2007, em regime de part time e ganho a fantástica quantia de ....€ 1,74 à hora!!!!!!!!!!! E esta heim?!?!?!?

Boa sorte para todos porque mais que esforço, trabalho e inteligencia, hoje vivemos unica e exclusivamente da sorte!!!

Cláudia disse...

Parabéns André..vi-te no programa e não podiams ter melhor defesa. Gostei das afrontas que deste ao deputado presente, que não sabem o que é precariedade, muito menos a realidade do nosso país. Tal como tu sou recém-licencidada em comunicação social e vejo o quão dificil é exercer a nossa profissão. Pena não ter a bela da "cunha" que tanto o nosso país "apela". Estás de parabéns.

melo disse...

As Tardes da Júlia está a fazer a discussão que interessa a esta Geração em Saldo. O programa está de Parabéns, qualquer veículo é bom para dar a conhecer esta causa (nao perdida)

Anónimo disse...

Vamos multiplicar a manifestação dos professores por 5!! Manifestação já e em força!!!

Querem que tenhamos casa e filhos, ficamos endividados por 50 anos e temos contratos mensais.

Eu sei que não parece, mas os contatos sem termo SÃO A REGRA, assim diz a lei!!! A Lei do trabalho é boa, haja quem a fiscalize.

Ass: Licenciado em Direito pela UAL em 2001.

Raquel disse...

oi, tenho 23 anos e o 12º ano. Tirei um curso. Acabei tarde o 12º ano e fiquei à procura de emprego durante 6 meses. Ninguém quyis aceitar-me e para não ficar parada tirei um curso de lingua gestual portuguesa e actualmente estou num curso de farmácia. Não trabalho a recibo verdes efectivamente porque nem a trabalho tenho direito. o curso é de 4 horas aos sabads à tarde das 14 às 18. Ando-me a sentir frustada e inutil até porque tencionava casar em breve e estou a ver esse sonho cada vez mais adiado. E agr pergunto de que vale a pena o estudo se.... passo a citar os que têm cursos são considerados lixo e os que nao têm e deixam os estudos bem cedo é que tem mais apoio e mais trabalh hoje em dia? felicidades. Raquel

Gato disse...

Boa tarde a todos!
De facto estou a assistir às Tardes da Júlia, enquanto vou enviando CVS para várias empresas.
Sou Gestor de Recursos Humanos, hoje estou em casa...doente (quase em burnout) e estou num projecto novo... Preciso de recrutar uma média de 15 pessoas, entre jornalistas, paginadores, comerciais. No entanto, estou sem receber desde Janeiro porque nenhuma entidade bancária se decide a emprestar 150 mil euros para um projecto com "pernas" para andar e que em um curto espaço de tempo pode empregar até 50 pessoas! Ideias há...quem as apoia??

Parabéns André! Parabéns a todos os que continuam a desbravar esta SELVA!

Anónimo disse...

Olá,

Vou sublinhar um tema tocado no debate hoje na TVI e no qual me incluo:tenho 32 anos, quero ter filhos e não tenho dinheiro para isso. Trabalho a recibos verdes e o meu companheiro (não nos casámos porque tb não havia $$)ganha à comissão: se não vender nada, não ganha nada. Como é que querem que se tenha filhos em Portugal? Como é que querem que os licenciados se mantenham neste país?

Raquel disse...

p.s: eu já começo a chorar (ja tive 1 depressão) e até a odiar aquelas "criancinhas" de 15/16/17 anos que trabalham em part-time enquanto estudam ou não. Enfim... PORTUGAL NO SEU MELHOR AO QUE PARECE! Raquel

Anónimo disse...

Concordo plenamente com o que disse o anónimo...
Pode ser que assim o governo dê ouvidos a estas e outras situações de trabalho precário...
Quem está descontente, deve mostrá-lo, para não vir a ser apelidado de vítima, argumento que os mais "fortes" utilizam para se descartarem das suas responsabilidades.
E assim poderá mostrar-se que existem muitos e bons profissionais a trabalhar em trabalho clandestino!!!!, que é o mesmo que dizer com falsos recibos verdes.

Mais uma licenciada em Direito a dizê-lo.....

Dalaiama disse...

O André vai se tornando o herói de uma geração! É no programa quem tem o discurso mais consequente!
A psicóloga de óculos também é muito consistente!
Aquele medíocre do PS não passa de um vendedor de máscaras!
A Júlia, enfim, sempre começou o programa com a boquinha «o André já estava aqui a doutrinar-me hahaha», mas acabou por apitar o jogo sem tocar muito na bola...
Parabéns ao FERVE!! Bem hajam!!

Anónimo disse...

Boa tarde

Também estive a ver o programa da julia e gostei de muitas coisas que se fizeram ver..ver a situação precaria que nos encontramos.
Infelizmente não ouvi falar de enfermagem. O desemprego já é conhecido de todos nós, mas o programa de hoje não deu oportunidade de nenhum enfermeiro estar presente nem de entrar no programa via telefone.

Estamos milhares de enfermeiros desempregados. Eu sou uma delas, e quando as pessoas ouvem que estou desempregada nao acreditam...

E conheço colegas meus a ganharem 3eur á hora..e estamos a falar de exercer enfermagem. A Julia disse e muito bem que até as empregadas de limpeza ganham 6eur e muitas delas mais (que eu sei), mas os enfermeiros muitos deles ganham 3eur e pouco ja para nao falar nos milhares desempregados.

Isto irá mudar algum dia????

Maria Helena disse...

Bem, acabei agora de ver o programa e mais uma vez constato o que toda a gente sabe. O Governo em vez de andar a distribuir portateis e a levar a cabo operações de charme, devia era discutir e resolver problemas realmente importantes para o País e para a economia, como a elevada taxa de desemprego qualificado. Depois do investimento finaceiro e intelectual, que é posto na obtenção de uma licenciatura, o mínimo que o País podia oferecer aos seus licenciados seria um emprego qualificado, preferivelmento dentro da área! Em vez disso, propaga os maus exemplos ao admitir, nas suas instituiçoes e ministerios, lincenciados em regime de estágio e com propostas de prestação de serviços, tudo a recibos verdes, com se tratasse de um trabalho temporário, quando na verdade o que estão a fazer é trabalho altamente qualificado e de quadros superiores, mas sem subsidio de férias, natal ou desemprego, com horario de trabalho mais ou menos definido (pq ha muitas horas extraordinarias que nao sao pagas) e ainda a submissao a uma hierarquia. E quem esta descontente, sabe onde é a porta de saída, pois ha mais uns milhares para esse lugar! Trabalhei durante 5 anos a recibos verdes num museu naional, tutelado pelo Ministerio da Cultura, e a pouca vergonha que lá se passa, é inacreditavel! Tudo com a conivencia de directores, secretarios de estado, ministros.. Sao varios os malabarismos propostos pelas tutelas (o Instituto Portugues de Museus é bastante criativo,diga-se) de maneira a não criar os tais vinculos com as entidades empregadoras! E o que é que faz a Inspecçao geral do trabalho? NADA, como é obvio! Tenho colegas há 10 anos e mais nesta situação inacreditavel, a trabalhar como se fossem dos quadros, qdo na verdade, assim que acabarem os projectos e subsidios da UE, vão ser despedidos. Aumento da natalidade? Da investigação cientifica? Do investimento economico? Como, se a maioria das ofertas de trabalho se limita a pessoas com o 12º ano? Como é que é possível, que em pleno Sec. XXI, na era da globalizaçao, na comunidade europeia e num País em vias de desenvolvimento, haja entidades empregadoras que tenham o descaramento de dizer que o(a) candidato(a) tem qualificações a mais? Só em Portugal!!
Isto tudo para dizer que o melhor é fazer barulho, e que apoio as vossas iniciativas, pois temos mesmo que nos juntar e nao nos calar para fazer face a este descalabro.

Ana disse...

Estou no curso de jornalismo e como podem calcular nada satisfeita e moralizada. cheguei ao ponto em que me encontro à beira de desistir... Estou neste momento a trabalhar em part-time numa loja de roupa, tenho um mês à experiência e não vou receber mais de 230 €. É revoltante até por sentir que mesmo acabando o curso o mais certo é continuar de lojinha em lojinha, de ordenado ridiculo a ordenado ridiculo ...

E que razões é que alguém me pode dar para não desistir do curso? Não há argumentação possivel.

Concordo com a ideia da manifestação e apoio-a a 100%!

sapiens disse...

Subscrevo o Anónimo:

"Vamos multiplicar a manifestação dos professores por 5!! Manifestação já e em força!!!"



E-mail, SMS , boca em Boca (grande parte de nós está desempregada... tempo não faltará para mostrarmos a este governo toda esta MASSA HUMANA a amortizar)

É só marcar o dia!!!


Ass: Licenciada em Antropologia 2007

Ana Rita disse...

Sou licenciada em Ciências da Educação e fiz estágio curricular numa instituição que vive à custa de estagiários. Quando acabei a licenciatura deparei-me com voluntários licenciados a trabalhar gratuitamente no que deveriam ser os seus postos de trabalho e todos os dias reparo em ofertas a recibo verde como se fosse a coisa mais natural do mundo. Será que o Sr. Prof. Cavaco Silva ainda não percebeu o que tem a fazer para que hajam mais crianças? Fosse a inspecção do trabalho tão eficaz como a ASAE...mas não passa tudo de um jogo de conveniências. Qual a saída para nós licenciados desempregados? Sair do país? Temos que nos juntar e fazermos com que nos oiçam porque isto não pode continuar e é demasiado grave para estar tão silenciado. Força FERVE que apoiantes não vão faltar!

Ana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

O que o senhor deputado, com inteligência (e não contrato) precária disse a todos os jovens em Portugal foi o seguinte... VÃO-SE TODOS EMBORA!!! NÃO VOS QUEREMOS CÁ!!! Ele reflecte a mentalidade dos políticos portugueses!
Eu pessoalmente já tou a tratar disso pois tou Farto d'Estes Recibos Verdes!!!
Devemos ir para uma manifestação nacional, maior que a dos professores!!! De prefêrência noutro dia sem ser no dia 1 Maio, para marcar a diferença!!!

VAMOS PARA A RUA!!!

ASS: Licenciado em Economia a trabalhar para o Estado a Recibos Verdes

Ana Paulo disse...

Concordo inteiramente com uma manifestação.
Sou trabalhadora a recibos verdes há dez anos, trabalho na formação profissional.
Há dois anos para cá, ganho unica e exclusivamente pra pagar a segurança Social, as entidades pagam quando podem ou lhes apetece, não recebemos juros pelos atrasos, mas se atrasarmos a Segurança social os juros terão que ser pagos.
Os recibos verdes deveriam ser proibidos, isto é só uma forma de diminuir os encargos ás entidades "empregadoras" aumentando os de quem trabalha.
Mas o mais ridiculo disto tudo é existirem trabalhadores independentes a cumprir horário de trabalho, com chefes e sub.chefes.
Haja quem fiscalize esta "aberração"!!! Hoje em dia não há "escravatura", há é "escravatura refinada"
É este o país em que vivemos. Infelizmente.

Guerreiro disse...

Infelizmente não tive oportunidade de ver o programa, pois estava a trabalhar para poder passar mais um recibo no fim do mês!!
É uma frustração tão grande andar a estudar e a pagar propinas para depois ganhar uma miséria e sem direito a nada a não ser trabalhar!!
Parabéns ao André pela iniciativa, estou tão cheio de raiva d'isto tudo!
Estamos todos no mesmo barco, apoio a100% a manifestação,somos o futuro deste país e ninguem faz nada por isso, vamos à luta, fazer uma revolução se for necessário, temos que lutar pelo que é nosso e quero que saibam que têm aqui mais um aliado! Vamos organizar, marcar um dia, ajudo no que for preciso, quem se junta??

Assina: Mais um licenciado a recibos verdes

Anónimo disse...

É isso aí, André. Organiza uma manifestação, porque assim não sabemos onde vamos parar. Está insutentável. És o Salgueiro Maia desta geração!!

Licenciada Indignada!!!!

pedro disse...

SINTO UMA ONDA DE JOVENS RECIBOS VERDES A FERVER!!!
Será que é desta que vamos gritar bem alto a nossa voz e mostrar a nossa união?
O 25 de Abril e o 1º de Maio de 2008 são excelentes datas... mas deve haver uma fila monumental de descontentes a querer manifestar-se...
Será melhor, estrategicamente, encontrarmos um dia diferente?

Sandra disse...

Olá a todos.
Eu não conhecia o blog, mas fiquei muito contente por saber que existe um movimento destes que informa e alerta as pessoas. Nós quando saimos da Universidade somos puro e simplesmente atirados aos "lobos", num mercado de trabalho cada vez mais competitivo. É preciso união para solucionar problemas que afectam todos nós. Gostei muito de ouvir os jovens que foram ao programa, porque a situação deles reflecte bem o estado do país.
Eu sou licenciada há 2 anos em Educação Social e ainda nem estágio profissional realizei. Já trabalhei num projecto a RECIBOS VERDES, para estar ocupada e ganhar algum €. Tb já trabalhei 2 meses numa loja de roupa (não me aguentei mais, é exploração e frustração a mais). Tenho colegas minhas que trabalham em Centros Novas Oportunidades a RECIBOS VERDES e o meu namorado que é professor tb trabalha a RECIBOS VERDES.
Acho que não é preciso dizer mais nada, a não ser: Parabéns pela vossa iniciativa!

Anónimo disse...

Parabéns!

Guerreiro disse...

Penso que não podemos apenas dizer: "André organiza a manifestação que nós vamos", tem que ser uma coisa de grupo,feito por todos, para todos!Volto a dizer,podem contar cmg para o q for preciso.

JRM disse...

Olá a todos,

Também sou licenciado em tradução e adivinhem, estou no desemprego.
Vi o programa e achei muito interessante.

Realmente podiam ter arranjado um deputado com 2 neurónios, aquele era realmente uma nódoa em termos de raciocínio e quando abria a boca ai jesus.

Acho que ninguém se lembrou de colocar uma questão aquele senhor que ganha provalemente 3500 euros por mês e que ao fim de 12 anos tem a reforma por inteiro (paga por todos nós).

A pergunta era:
Quais são as suas qualificações ou formação académica?

Provavelmente ouviriamos:
É a 4ªa classe sra. Julia!
(estou aqui pelo tacho!)

Pelo deputado convidado (disponibilizado) pelo governo, penso que podemos avaliar a importância a que se dá a esta questão dos licenciados com trabalho precário.

Por hoje fico por aqui.

Parabens André Soares e Força!

Não conhecia o blog.

Um abraço

JRM

JRM disse...

Olá a todos,

Também sou licenciado em tradução e adivinhem, estou no desemprego.
Vi o programa e achei muito interessante.

Realmente podiam ter arranjado um deputado com 2 neurónios, aquele era realmente uma nódoa em termos de raciocínio e quando abria a boca ai jesus.

Acho que ninguém se lembrou de colocar uma questão aquele senhor que ganha provalemente 3500 euros por mês e que ao fim de 12 anos tem a reforma por inteiro (paga por todos nós).

A pergunta era:
Quais são as suas qualificações ou formação académica?

Provavelmente ouviriamos:
É a 4ªa classe sra. Julia!
(estou aqui pelo tacho!)

Pelo deputado convidado (disponibilizado) pelo governo, penso que podemos avaliar a importância a que se dá a esta questão dos licenciados com trabalho precário.

Por hoje fico por aqui.

Parabens André Soares e Força!

Não conhecia o blog.

Um abraço

JRM

Anónimo disse...

Não tive oportunidade de ver o programa mas sei que mais uma vez o FERVE falou por todos os trabalhadores precários. Obrigada! E sim, concordo, façamos uma manifestação, certamente muito maior do que a dos professores!

sapiens disse...

Há tempos ouvia na rádio alguém que falava da revolução democrática e do processo de independencia da India. Chamava-se a atenção para o poder das massas através do seu lider espiritual Gandhi que assim conseguiu desautorizar os Ingleses e as suas políticas.

A solução foi simples, ingnorar por complecto as leis injustas impostas pelo colonialismo britânico, incluindo o não pagamento de impostos... será que se deixarmos de pagar IRS e a segurança social dos nossos recibos verdes em massa o governo percebe a mensagem?

Venham a casa buscar-nos os poucos bens que temos, ou então levem-nos presos que pagarão mais pela nossa estadia!

Anónimo disse...

Boa noite, tb estive a ver o programa..como já ouvi deputados afirmarem que há cursos a mais neste país,daí tantos licenciados desempregados , na maioria nas areas sociais...não sei porque dão financiamentos ás universidades para abrir cursos, para no final de cada ano despejarem mais pessoas para o desemprego!
Eu sempre pensei que havia cursos e vagas de acordo com as necessidades, mas n!
Eu q sou Lic Em Gestão R Humanos, há 10 anos, começei a trabalhar sem ganhar nada, depois passei para recibos verdes até que fiquei com contrato sem termo, passados 5 anos fui para a rua de um dia para o outro e agora sou desempregada sem direito a nada!
Já fiz CAP de TSHHT e de formadora e nada agora sou velha tenho 35 anos!
Gostaria de saber como é que o Estado dá tantos subsidios a estrangeiros, e como é q nós tb os poderiamos ter?

Tb o Engº Socrates fala tanto que criou empregos,e vai criar mais que tal enviar-mos todos os nossos CV`s para ele?


O Sr deputado do PS até tem a lata de afirmar que os empresários podem investir no estrangeiro e fala dos Call Center..até o Call center da PT é em CAbo Verde!!
Será que a carga fiscal lá é tão grande como aqui?

Anónimo disse...

Olá André,
também fui uma das pessoas que assistiram ao programa e embora não tinha tempo para o ver, fiquei paralisada uns minutos a vê-lo, como deve ter ficado muita gente do país.achei que és uma pessoa muito inteligente e apenas queria dar-te os parabéns pela luta que fazes pelos teus objectivos e pela ajuda que fazes à comunidade em demonstrar aos políticos um dos verdadeiros problemas do país. queria igualmente desejar-te boa sorte no teu percurso da vida e espero mesmo que consigas alcançar tudo aquilo pelo que tens lutado.
beijinhos, N.

Anónimo disse...

Tive pena de não ter assistido ao programa mas estava a "oferecer" a minha força de trabalho num Centro Novas Oportunidades a troco de uns míseros trocos que não sei quando receberei. Sou licenciada em Psicologia desde 2002 e sempre trabalhei como prestadora de serviços. Desde 2006 que trabalho no GRANDE projecto deste Governo (apesar do Processo de RVCC não ter sido invenção do Sr. Primeiro Ministro, como ele gosta de dizer...: as Novas Oportunidades. Trabalhei primeiro no IEFP e, actualmente, numa Escola. Apesar de serem instituições públicas são as que mais abusam dos recibos verdes. Temos um posto de trabalho, temos horário definido, temos subordinação hierárquica e não temos direito a nada.
Vamos para a frente com uma manifestação, uma revolução, o que for necessário.

Guerreiro disse...

Mais uma vez digo: podem contar cmg para a revoluçao!E respondendo ao sapiens, concordo ctg, nao pagar a seg social!Para quê?Para chegarmos a velhos e não ter direito???Para dos miseros 400€ que ganhamos dar 150€ aos gajos??? Venham-me buscar a casa,não tenho posses, é td dos meus pais, não ha dinheiro para comprar casa e ter filhos,so se me levarem a mim..Força

Anónimo disse...

Com muita pena minha não consegui ver o programa.Estava a trabalhar tb.Sou mais um jovem a recibos verdes e impaciente em saber para quando a manifestação para dar-mos voz ao nosso desagrado e á nossa tristeza.Esta instabilidade é dilacerante,somos consumidos diáriamente pelo medo ,pela incerteza.Divulguem o dia da manifestação , coloquem cartazes e podem contar com mais um alido nesta causa.
Muita força a todos

Rui disse...

ALGEUM PODE POR O VIDEO DO PROGRAMA NO yOUTUBE????

Anónimo disse...

boa tarde. será que podem colocar o programa no youtube, para que possamos ver? muito obrigado.