25 outubro 2007

Testemunho: Direito

Depois de ler muitos dos testemunhos do FERVE constatei com grande surpresa minha, que são poucos ou nenhuns os testemunhos deixados pelos meus colegas de direito, não sei se será porque estão todos entretidos a ganhar milhões e bem na vida, ou simplesmente porque se esqueceram das aulas da cadeira de direito de trabalho onde se fazia questão de passar um semestre inteiro a explicar ao alunos a diferença entre um contrato de trabalho e uma prestação de serviços? (justiça seja feita à FDL).

Mas isto tudo a propósito de quê? A propósito de uma entrevista a que fui ontem, qual não é o meu espanto quando me deparo, com a maravilhosa realidade da fábrica para licenciados em direito... será que alguém já ouviu falar numa empresa chamada Reditus? Eu também não tinha ouvido, até ter respondido a um anúncio de emprego para “licenciados em direito para análise de dados bancários”.

Ora bem, poucos dias depois de ter enviado o CV, foi-me imediatamente marcada a dita entrevista, e lá fui eu ver do que se tratava, qual não foi o meu espanto quando me apercebo que entrei num maravilhoso mundo novo... aí estavam eles, os que já tinham conseguido o seu lugar ao sol, a subirem e a descerem escadas com um ar muito atarefado, um autêntico rebuliço de gente engravatada.

Após ter esperado meia hora, apercebi-me que a dita entrevista não era individual mas sim colectiva, tudo bem ao jeito de uma fábrica que se preze, porque há que rentabilizar o tempo ao máximo.

Depois de fazerem uma apresentação da empresa e de nos explicarem do que se tratava, que era no fundo, analisar propostas de crédito à habitação e conceder ou não o dito ao cliente foram-nos dadas as condições em que iríamos colaborar com a empresa.

Mas antes de chegarmos às condições, que é sem dúvida o ponto alto desta história, cabe só fazer aqui um breve comentário em jeito de denúncia, ora bem, a situação é a seguinte, os bancos deste país, segundo me apercebi, estão a dar em outsourcing a empresas como esta, tarefas relacionada com a sua área de negócio, não só reduzindo substancialmente os seus custos com pessoal mas mais grave do que isso, dando liberdade de acesso aos dados bancários dos seus clientes a terceiros.

Isto tudo até poderia ser interessante, se estivessem a criar “postos de trabalho” do outro lado da cadeia. Porém há aqui um pormenor que é preciso acrescentar, sim, porque já devem estar a pensar mas que raio é que isto tem a ver com recibos verdes??? Ora bem, tudo a ver, pois as condições eram as seguintes, um maravilhoso contrato de prestação de serviços, aqui está o Recibo Verde (eu disse que ele ia aparecer) e a não menos maravilhosa “remuneração” de:

Uns singelos 450€ nos primeiros 3 meses... quantia que passaria a 650€ depois do 3º mês, sempre no pressuposto de atingirmos os 100% de produção estipulados pela empresa. E como em qualquer processo produtivo, a fábrica dá incentivos, a esse valor poderá acrescer um bónus caso a produção ultrapasse os 100%.

O que não nos foi explicado foi a quantidade que teríamos de produzir, nem nos quiseram dizer qual era em média o valor que podíamos auferir... Dados que talvez fossem relevantes, mas confesso que não quis investigar mais aprofundadamente, porque me bastou ouvir que para além dos 450€ o horário sim, porque não há contrato mas há horário, pode ir no melhor dos casos das 8h às 20h, já que quando os bancos começam a “disparar” trabalho há que “disparar carga horária”, e ele há bancos que “disparam” muito, tipo Santander. A acrescer a isto, teríamos de nos dedicar em exclusividade a esta forma de vida, sim porque se trata de uma forma de vida, já que nos era pedido disponibilidade total, inclusive aos fins-de-semana.

Não vou fazer aqui as contas porque seria ridículo mas como todos sabem haveria que deduzir aos 450€, o IRS, a SS, o seguro de acidentes de trabalho, que sendo uma situação de contrato de prestação de serviços fica a cargo do prestador.

Isto tudo não seria tão grave, se não fossem os dados bancários dos clientes das instituições de crédito, que no fundo somos todos nós, estarem também aqui em causa, visto estes poderem ser manipulados livremente por “operários” licenciados em direito que podem quem sabe ver aqui uma oportunidade de negócio, porque se o trabalho já não dá frutos há outras formas de vida que podem ser bem mais aliciantes.

36 comentários:

Anónimo disse...

Custa-me a acreditar. Parece-me exagerado este `testemunho`.
Se isto for mentira, quem postou só pode estar a abandalhar e a desacreditar este blog até aqui muito credivel, penso eu. Infiltração contra-informativa?

Joana disse...

Olá... Conheço bem a Reditus... "Trabalho" para eles há dois anos... Reconheço bem essas condições. Se quisermos ganhar um ordenado decente temos mesmo que ir trabalhar ao fds. É uma realidade que chama Reditus.

Joana disse...

Não é mentira, não. A situação aqui apresentada é real infelizmente. Eu posso afirmar isto porque trabalho para essa empresa há dois anos. E a tendencia é piorar...

Anónimo disse...

Rescisões de contrato em larga escala na Cãmara Municipal de Lisboa.
Estejam atentos

Goncalo disse...

Fui aí a uma entrevista há dois anos, mais precisamente à Redware. Era para trabalhar para o Santander, embora não me recorde exactamente para o quê (declinei o "simpático convite").

Poucos meses depois, essa mesma empresa era capa do Expresso, devido à denúncia de um ex-funcionário, por ele ter admitido que andavam a violar o sigilo bancário à descarada, citando personalidades conhecidas (Isaltino Morais e Valentim Loureiro). No entanto, esse sigilo não configura qualquer ilegalidade: onde estava o contrato onde obrigava os funcionários a cumprir esse sigilo bancário?

Miguel disse...

É verdade. Tive lá durante 1 mès e entrava às 08 horas até as 21 horas, e se o trabalho n estivesse pronto refilavam. Exploradores sim. Redware nunca mais ah a ganhar 450 €

Deolinda Bacalhau disse...

Estive há 15 dias na já famosa REDITUS para entrevista em resposta a um anuncio de operador de call center para cobranças, condições:

.contra de prestação de serviços recibos verdes
.salário do 1º ao 3º mês 650 Euros
. apartir do do 4º Mês só deus sabe, porque recebemos á chamada


E como são simpáticos e até é preciso fazer um seguro de acidentes de trabalho podem nos indicar uma empresa do grupo que faz tudo muito em conta

Nelson Ned disse...

E se de repente uma empresa conhecida lhe oferecer um falso contrato de prestação de serviços... isso pode ser REDITUS

Anónimo disse...

Sou mais uma pessoa que tambem foi a uma entrevista da Reditus, meu deus só fico triste de haver ainda pessoas que tenham que se sujeitar a tal condicões, no meu caso eles nem me chegaram a falar no ordenado, mal a famosa dos RH falou em recibos verdes durante tempo indeterminado....
A unica coisa que podemos fazer é não aceitar ... de certeza que encontram melhor... Nem sei como tal empresa escapa desta maneira ao fisco... è uma falta de respeito a qualquer Portugues!

Anónimo disse...

Boas,

Infelizmente discordo com tudo o que disseram. Estou na Reditus com o dito trabalho a recibos verdes. Entrei com o dito ordenado de 650 € nos primeiros 3 meses e depois quem sabe. A verdade é que o meu rendimento mensal medio é de 1500€. E ainda por cima estou num dos maiores bancos da praça. O que falta são pessoas que tenham dedicação ao trabalho que fazem e gostam do que fazem.

Anónimo disse...

Sr. Anónimo, os tais grandes bancos da praça obrigam os seus jovens quadros a assinar carta de rescisão para para os contratarem novamente o que os deixa de mãos atadas. A empresa Reditus presta serviço low cost a essas organizações. O banco grande da praça paga um "bolo" pelo outsourcing e a Reditus distribui como bem entende, de preferencia 650 euros a individuos novos e descartáveis que lidam todos os dias com informação sensivel. Depois é só contornar o código do trabalho, dão-te um telemovel e apresentam-te um contracto da Vodafone em teu nome, pagam-te um mês 650 euros, no outro 651, e outras coisas do género. Feriados e fins de semana são pagos como outro dia da semana se tratasse (cerca de 12 euros à hora). Alguns vão embora passado uns tempos de exploraçao, outros mais atentos e informados tomam medidas e sempre levam algumas migalhas para casa. É assim na Reditus e em muitas outras, e há sempre quem queira trabalhar nesta condições ou por menos dinheiro. Ninguém é obrigado a aceitar. é o país que temos.

José disse...

Li agora este testemunho e só tenho pena de não o ter lido antes de ir a uma entrevista para a Reditus.

Tratava-se de "análise e tratamento de dados bancários". Mais uma vez, para o Santander. Mais uma vez, a recibos verdes. Mais uma vez, 450 euros nos primeiros 3 meses e 650 euros depois disso.
Mais uma vez, o valor podia subir conforme os objectivos.

Objectivo: 500 contratos/minutas por mês. A RH disse que havia pessoal que conseguia passar em muito esse valor e ganhar bem.

Façamos as contas:

500 contratos : 22 dias de trabalho = 22 contratos por dia.

Sim, tinhamos de fazer 23 contratos e minutas por dia para conseguirmos atingir o que eles pedem e só depois disso começar a ganhar mais qualquer coisinha, sem terem informado quanto pagam por cada contrato a mais.

Na entrevista disse que achava o vencimento baixo de mais, ao que a RH me responde "sei que vem cheio de expectativas por acabar o curso mas a realidade do nosso país não é essa". O problema do nosso país é haver quem aceite trabalhar nestas condições. E eles aproveitam-se disso.

Contrato: precário;
Vencimento: miserável;
Resultado: convite declinado.

Sei de pessoas (nao de Direito) que trabalharam na Reditus e tiveram graves problemas laborais.

Não aconselho a ninguém. Divulguem!

Anónimo disse...

Trabalho na Redware, mais precisamente na Vodafone, e sim... é tudo verdade. Ou seja, nos 3 primeiros meses são 450€ e depois, se atingirmos a métrica, no mínimo 550€. Tudo depende do nosso volume de produção diario. O pior é que há áreas que são injustas, porque enquantos uns ganham 0,40€ por tarefa, há quem ganhe cerca de 1,80€, o que dá a diferença no valor de vencimento de todos. Se há uma coisa que não existe naquele sitio, é justiça, porque brincam com as pessoas, e muitos ficam a contar com receber pelo menos os míseros 550€ e no fim do mês acabam por passar recibos no valor de 80€. Td isso porque não houve trabalho o suficiente e eles não garantem a produção mínima. Pessoas que contam com os 75€ que a VDF oferece como ajuda de custo para pagamento da SS, mas sem mais nem menos não é pago, simplesmente porque o assistente não atingiu o mínimo mensal (os tais 550€). Mas sim... há pessoas que conseguem fazer 1500€ no mês, tudo depende do esforço e da área de cada um.

Anónimo disse...

Trabalho na Redware, mais precisamente na Vodafone, e sim... é tudo verdade. Ou seja, nos 3 primeiros meses são 450€ e depois, se atingirmos a métrica, no mínimo 550€. Tudo depende do nosso volume de produção diário. O pior é que há
áreas que são injustas, porque enquantos uns ganham 0,40€ por tarefa, há quem ganhe cerca de 1,80€, o que dá a diferença no valor de vencimento de todos. Se há uma coisa que não existe naquele sitio, é justiça, porque brincam com as pessoas, e muitas ficam a contar com receber pelo menos os míseros 550€ e no fim do mês acabam por passar recibos no valor de 80€. Tudo isso porque não houve trabalho o suficiente e eles não garantem a produção mínima. Pessoas que contam com os 75€ que a VDF oferece como ajuda de custo para pagamento da SS, mas sem mais nem menos não é pago, simplesmente porque o assistente não atingiu o mínimo mensal (os tais 550€). Mas sim... há pessoas que conseguem fazer 1500€ no mês, tudo depende do esforço e da área de cada um.

Anónimo disse...

Infelizmente só hoje conheci este blog, porque se o tivesse conhecido antes de entrar na Reditus nunca o tinha feito, Hoje apresentei a minha carta de demissão nesta mesma empresa e porque? perguntam voces? porque cheguei ao meu limite psicologico. Apresento hoje aqui o meu testemunho para que nao caiam no mesmo erro que eu cai. Entrei naquela empresa á 9 meses, ganhei os miseraveis 500€ dos primeiros 3 meses, e apartir dai foi um descer de nivel a longa escala.Temos metricas a cumprir como se de maquinas se trata-se, objectivos impensaveis, eu posso referir o meu caso eu tinha que fazer 80 processos por dia para atingir os 550, e se queria ganhar mais tinha de fazer horas extras. cheguei a ficar 12h na empresa. Uma colega do santander uma vez teve cerca de 15min desmaiada tiveram de chamar o inem pois a rapariga nao reagia, á conta do que? de horas de trabalho que passava na empresas. entrava ás 7h da manha e chegava a sair ás 23h.Isto nao é humano. Nós somos sujeitos a pressões que nem vos passa pela cabeça, temos um controlo de qualidade que se dirigem aos colaboradores como alvos a abater.E para finalizar a minha longa historia triste e que ainda durou 9 meses, hoje ao entregar a minha carta de demissão fui deparada com o facto de nao me pagarem o meu ordenado referente ao mes que termina amanha.vou levar isto ate ás ultimas consequencias, não me vou calar nem vou ficar parada perante esta injustiça. Se todas as pessoas que passam pela reditus denuncissem as situaçoes que passaram a empresa teria mais cuidado com o que faz e como tratam as pessoas que por ela se sujeitaram.Não me vou identificar pois ainda posso vir a sofrer represalias hoje soube na pele do que eles são capazes.

Anónimo disse...

Boa tarde,

Após ler os vossos testemunos,só tenho a dizer que treta de gente! Em Castelo Branco acontece do mesmo modo, estranhas e extremamente abusivas condições já referidas... infelizmente a necessidade e o desespero conduzem-nos a viver nestas condições.... não se prevêm melhoras....eles continuam a abusar e viver às custas do suor de outros (pago ao preço da chuva)! Revolta!!

Anónimo disse...

Boa tarde,
É com tristeza que verifico que tudo o que atrás foi escrito é verdade.
Quando se começa a explicar as condições numa folha branca com esquemas é aldrabice. Não há vergonha.
Não conhecia este blog. FORÇA!!!

Anónimo disse...

Subscrevo todas as queixas, sou licenciado em Direito e estive também a fazer "tratamento da dados bancários" na Reditus, que foi semelhante a uma lobotomia frontal sem anestesia. Estas empresas de outsourcing são cancros, definem a precariedade laboral portuguesa e deveriam ser jurídicamente exterminadas. Depois mais de 10 horas diárias a fazer o mesmo trabalho de uma máquina, estive quase a ponderar o suicídio, mas optei pela demissão.
Estas empresas servem como intermediárias a bancos que deveriam contratar directamente os profissionais da área, e que lhes retiram todos os direitos laborais, qualquer dignidade, e lhes atiram umas migalhas para a cara ao fim do mês.
E a alternativa disto é o quê, fazer um estágio na Ordem dos Advogados? Estágio esse que implica fazer todo o expediente num escritório de advogados por dois anos sem ver um cêntimo e a exames infindáveis mesmo depois de terminada uma licenciatura?
Eis que continua o desperdício dos cérebros da geração mais bem formada desde país.

Anónimo disse...

Olá, conheço bem a realidade da redware, ainda lá trabalho, mais concretamente na Vodafone Expo.
Tudo o que aqui foi dito é bem verdade, eles pagam o que querem, quando querem e agora estão a convidar as pessoas a sair porque não cumprem horários de 8 horas ou porque não têm boa qualidade de trabalho.
Quando falei a 1ª vez com a minha advogada sobre este assunto ela ficou incrédula com o nº de pessoas só na expo são á volta de 100!
Somos usados e descartados como se fossemos bonecos.
Neste momento a coisa está a dar para o torto porque não há trabalho, eles não despedem a maioria das pessoas e também não lhes pagam.
O problema deles:
Não podem despedir as pessoas porque não sabem se amanhã precisam de nós para outra área qualquer e a Vodafone não ía ficar nada contente.
O nosso problema:
Não temos nada para fazer, temos de lá estar as 8h para trazermos qulquer coisita para casa, mais concretamente 26 euros por dia;
Se ficar doente ou for atropelada ao sair de casa não recebo nada ;)
O mais ridiculo disto tudo é que dizem que as minhas férias não foram aprovadas ;)
Ou melhor eles não chamam férias, chamam período de descanso, acho que criaram uma língua própria como se isso lhes retirasse responsabilidades e lhes conferisse alguma razão, "ah e tal isto não são férias! são períodos de descanso!" Não vamos confundir as coisas.
Acham que 3 semanas é muito, mesmo não tendo nada para fazer nem ganhando nada nesses dias que falto ;)
Melhor! dizem que não temos supervisão nem coordenação, só é pena haverem salas na Vodafone identificadas com o nome da Redware e as mesas dos superviores e coordenadores estarem identificadas, todos os lugares de todos os funcinários estão identificados com o nome de cada um.
Acho que eles não se lembram que vamos para lá todos os dias, temos cartão de acesso ao edificio entramos todos os dias á mesma hora e saimos todos os dias á mesma hora, almoçamos todos os dias na cantina da Vodafone, e que para o caso de alguém andar a ver mal as coisas á na Worten muitas máquinas fotográficas á venda para que possamos mais pormenorizadamente recordar cada momento.
Eles valem-se do facto de ali trabalhar muita gente que por medo ou cobardia não se vai mexer porque acha que não funciona, porque demora muito tempo, etc.
Nem que seja sozinha, nem que demore a minha vida toda isto não vai ficar por aqui, não tenho pressa, o que não me falta é tempo, gostava é mais pessoas fossem em frente.
Está a fazer falta outro 25 de Abril!

Anónimo disse...

Boa noite.
A reditus não é credível, estou insatisfeita.
Atrasa-se nos pagamentos,qto aos recibos de vencimento, já não os vejo algum tempo e pagam muito mal.
Cansada de mentiras, desculpas e de comités...

Anónimo disse...

Boa noite, essa corja gamou-me o dinheiro que ganhei com o meu suor. Estou determinado a arruinar com qualquer esquema de anúncio de trabalho que eu veja desses senhores. Espero que façam o mesmo...

Anónimo disse...

Esses anormais devem-me 1400€
Fora a REDITUS.

Junta-te ao clube

http://www.facebook.com/topic.php?topic=20&uid=111803832203775#!/group.php?gid=111803832203775

Anónimo disse...

Olá, boa tarde...

Há algum espanhol a trabalhar para redware na linha de apoio ao cliente? Obrigada

João disse...

Ainda bem que existem blogs como este, para evitarem que as pessoas cometam erros. Fui a uma entrevista para a Reditus e a conversa pareceu-me logo um bocado estranha, condições muito bem apresentadas, mundo de rosas e tal. Decidi vir à net investigar e cedo percebi que a minha intuição com tanta generosidade estava certa! Bem hajam e vamos lá pessoal, só com união é que acabamos com os recibos verdes indevidos. Lutem até à última. Pior que o desespero de nada ter é o desespero de ser explorado!

João

Joao disse...

Eu acho que nos deviamos juntar e processa los judicialmente, eu trabalhei na vodafone para eles durante um ano, como muitos o ultimo ordenado não me pagaram.
Isto parece um empresa de 3ºmundo que abusa dos seus colaboradores, estou revoltado, senti me usado. Mas como outros testemunhos que aqui já vi, nesta altura de crise as pessoas têm que se sujeitar a isto e devido a esta situação esta empresa ainda abusa mais e exige mais.
O que me choca mais é que as autoridades competentes sabem do que se passa e não fazem nada para acabar com isto, nem que seja para investigar.
Estou disponivel para me juntar a outras vitimas desta situação para lutar mos contra este sistema cada vez mais negro que é o sistema de trabalho da REDWARE!

Anónimo disse...

bem amigos, neste momento o local no qual trabalho vai mudar de empresa de trabalho temporário e vamos ficar com a famosa reditus, e apesar de nao irmos trabalhar com recibos verdes as condições que nos auferem são péssimas, digo nós, os simples comunicadores, pois porque as condições dos chamados chefes de equipas são um espectáculo. o problema disto tudo é que são 407 pessoas que vão ser obrigadas a assinar contrato com esta empresa para poder assegurar os pagamentos mensais das despensas. É o PAÍs de MERD... que temos.

Anónimo disse...

Descobri este blog quando andava à procura de informação sobre os "falsos" recibos verdes pois tb tive a 1ª entrevista com a REDITUS à qual fui chamada para a 2ª.
As condições são idênticas.
A queixa que foi feita em Castelo-Branco, funciona de igual modo aqui em Lisboa, na Av. Roma.

Linha Apoio ao Cliente Worten
Cont prestação serviços 1 ano
Formação: 550€
Ordenado não há!
Há sim um objectivo de 1350 chamadas para receber 600€.

Se ultrapassares (velocidade de cruzeiro no atendimento, como lhe foi chamado) ou não atingires, recebes o equivalente.

Pelo que vejo, teria que trocar o meu marido e a minha filha pela REDITUS para ter um ordenado minimamente decente, após os descontos!

Enfim, eles que fiquem à minha espera para entrevista porque não vou por lá os pés!

Anónimo disse...

Para o comentador:

"bem amigos, neste momento o local no qual trabalho vai mudar de empresa de trabalho temporário e vamos ficar com a famosa reditus(...)"


Vocês não são obrigados a ir!
A empresa para a qual trabalham é obrigada a colocar-vos, ou pagar-vos bem,caso não aceitem ir para a REDITUS.

Eu já passei por isso!

Outra coisa!
Se estão todos os 407 , ou maior parte, insatisfeitos com as condições que a REDITUS vos oferece, juntem-se e não aceitem!!

Batam o pé!
Nós fizemos o mesmo....
Acreditem numa coisa!

Eles precisam mais de vocês porque têm um cliente à perna e não arranjam 407 funcionários de um dia para o outro!!

Pensem nisto!

Hannitah disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Pois é Hannitah! isso é muito mais... estamos à 23 dias com a Redware e ainda continuamos no pânico de não saber como vai ser, de que forma são contabilizadas as faltas (mesmo as justificadas), como é que vão ser contabilizados os prémios, etc etc... já para não falar das pessoas que estão de baixa e não estão a receber da ss, porque não tem informação dos nossos contratos, que ainda não nos devolveram!

E agora, até vão fazer lá uma festarola, mas não é para nós que damos todos os dias no duro, e que por mais que nos digam que o somos, não somos tão facilmente insubstituiveis, pois sabemos muito mais com os nossos 530 euros que muita gente que não é explorada como nós... e se nos fossemos todos embora queria ver quem é que respondia a todos os cliientes da companhia, e como é que os fantásticos da Redware iam fazer as tão publicitadas magias de que resolvem tudo!
Mas simplesmente a companhia não nos dá valor e entregaram-nos a uma exploração ainda maior do que estavamos antes, e a trabalhar mais uma hora pelo mesmo ordenado (que já era miseravel), e com isto, para irem os compactuantes festejarem todos juntos, não só obrigaram funcionarios a ir mexer nas poupanças para levarem uma roupa bonita para os senhores verem(quando andarem lá a ver os macaquinhos na gaiola), como quem almoça aquela hora, se quiser almoçar que vá almoçar fora, pois a copa é para a festa dos graudos!!! e nem um chichizinho, pois aqui trabalha-se!!!

Anónimo disse...

Trabalhei nessa empresa a Redware para Millenium BCP durante 15 meses sempre a recibos verdes. Nos primeiros 3 meses ganhava 500 euros.Posteriormente era em função da minha produtividade. As tarefas que eu realizava tenha o valor de 2 e 10 cêntimos. O mais incrível era que ás vezes não havia trabalho, logo não ganhava, mas tinha que cumprir o horário. Ás vezes ficava sem ter que fazer. Uma vez reclamei com o meu superior, o que me responderam é que não tinham culpa. Por fim acabei por-me despedir. Foi a melhor coisa que podia fazer.

Anónimo disse...

Ola boa Noite meus Amigos(as).

Nem sei bem por onde começar...

sou casado e tenho 1 emprestimo bancário (como muitos de nós..), e dou graças a Deus nao ter qualquer outro encargo para além do emprestimo da casa. ( Conjugado com o ordenado da minha esposa, dá para se viver...)

Também eu me vi obrigado a cair nas malhas do grupo Redictus / Redware, mas no no meio de tudo e face ao que anteriormente já aqui foi comentado, felizmente nao estou a recibos verdes, mas sim com 1 ct a termo incerto, (que quase nos obrigaram a assinar quando o Grupo CRH abandonou o barco, prometendo mundos e fundos).

Trabalho com essa empresa (redware) à pouco + de 1 mês, e já estou descontente!

sou operador do call center da edp, e se antes era mau com o grupo CRH (esse será outro tema e para outro dia), agora nem sei que diga...

A verdade é que o Grupo CRH DEU FALENCIA (DIZEM...) e a edp adjudicou a gestao do call center a esta empresa que começou a exercer funçoes à 1 mes e pco. (mas olhem meus amigos, nem eles (Redware) sabem onde se foram meter... quando começarem a cair as avarias no Inverno, com quase todo o pais às escuras e com cerca de 900 pessoas em lista de espera para serem atendidas, SIM 900 pessoas à espera para falarem (tudo a Vermelho!!), tal como ja aconteceu com a CRH... eu ainda me vou rir...) è que pelo que parece estes senhores querem reduzir pessoal/operadores...

Bem, mas começando pelos recibos, quer-me a mim parecer que estes são editados/emitidos em MSDOS sem qulquer apresentação ou formatação, nao tem logotipo da empresa, nem sede, nem capital social, nada !!? Como é possivel nos dias q correm? "!# Parecem recibos do tempo meu Avô...

depois, vejam só, dizem no recibo e passo a citar: "Liquido já recebido: 650 Euros" Qd na verdade depositaram.me na conta uns miseraveis 483 Euros... E resto onde está?

dizem eles no meu 1º recibo de vencimento que eu trabalhei todo o mes (e sim, eu trabalhei-o!), mas so me colcam aqui 4 dias de subsidio de alimentação.. entaão e os outros dias??!$#% Quem ficou o meu Subsidio ??

Mais, é o primeiro mês e ja me estão a pagar 18 dias de ferias (diz o recibo), mas, esperem lá, ora pensem comigo: ordenado + alimentação + ferias + premio de apresentação + subsidio noturno = 650 Euros ?? e so m depositam 483 ?? e qd for o mes normal sem subs de férias ?? como vai ser ??

Eu nem quero acreditar nisto...

no meio de isto tudo so nao precebo pq é q certos tipos de trabalho podiam mt bem ser feitos nas prisões portuguesas, q estao lotadas, e q lhes pagam e dão todas as condições, e nao o fazem..

Acreditem já nao aguento a carga psicologica do controle, desde o momento q entro naquelas instalações até ao momento q saio, sinto-me mal!

Somos vigiados, avaliados, controlados nos tempos de chamada e de pausa, etc.. enfim, ja nem sei q diga, nunca pensei q ainda existisse escravatura, porque é isso q somos escravos !! nao do trabalho, mas destas empresas q apresentam milhoes de lucro à custa do zé povinho...

Só fico triste é pelos demais canais da TV Portuguesa nao fazerem nenhuma grande reportagem de investigação à cerca do mau ambiente, das pessimas condições e do execesso de trabalho que muitos operados vivem nos dias actuais..

Muito mais há para falar da precariedade que vivemos e de como somos explorados, mas é tarde e eu tenho de descanr q amanha é dia de trabalho...

1 abraço a todos.

Anónimo disse...

boa noite, venho mostrar o meu descontentamento face ao facto de desde há qse 4 meses q estou n empresa e nca recebi 1 ordenado correcto...ainda p cima, dizem q n podemos sair a nossa hora!!! n sabem cativar os colaboradores!!!! os recibos fisicosm, ate hj n recebi nenhum....tive d baixa, descontaram m dias + premio, agr este mes fizeram o msm!!!! afinal brinquemos ou que? s soubesse n tinha saido d onte estava....ladroagem!!! viva os vossos 55 milhoes!!!

Anónimo disse...

Só uma coisa me apraz dizer, é tudo demasiado escabroso, Reditus e afins.
Há uma alternativa, partir a cara a quem tem o desplante de apresentar uma proposta dessa natureza e sair.

FILIPA disse...

só quero dizer que empresas como esta, mancham o nome de Portugal no Mundo. prejudicam os trabalhadores, exploram nos!!!! são cambada de usurpaDORES e vem para a TV dizer que ganham milhões!!!! A NOSSA CONTA!!!!
despedem pessoal assim a toa, e ainda por cima nem o fazem corretamente. uma vergonha para a nossa sociedade.
nao aconselho NINGUEM a ir para esta empresa.....

Anónimo disse...

Boas pessoal, alguém sabe o que são as academias reditus? Se depois é para ficar lá a trabalhar a recibos verdes e com o trabalho que comentaram anteriormente? Obg